Daniel Barenboim descreve de forma luminosa e vibrante uma vida dedicada à busca do conhecimento e da compreensão não apenas da música e da vida mas de uma através da outra. A Orquestra do Divã Ocidental-Oriental, um dos projectos mais aclamados e inovadores de Barenboim, é um testemunho eloquente do poder que a música pode exercer sobre as nossas vidas. E revela de que modo a compreensão e a prática da música entre os jovens israelitas, palestinianos e árabes de outros países, no âmbito da orquestra, pode contribuir para fomentar a interdependência entre eles e, em última análise, para promover a paz entre todos os seres humanos.