Este é um novo número não temático da revista Educação, Sociedade &
Culturas em torno de «Educação, Políticas, Alteridades» que procura
ser um veículo de disseminação da produção científica, da pesquisa
realizada em Portugal e em contextos de outros países, acentuando a
crescente preocupação com um público situado em contextos
diferenciados e crescentemente mais globalizado, cruzando contextos
e processos através de dinâmicas que atravessam fronteiras.
Neste sentido, apresenta textos produzidos por autores/as com origem
no Canadá, Brasil, Holanda, Portugal sobre problemáticas diferentes,
ainda que algumas tenham uma boa articulação entre si. O texto de
Jean Clandinin, Sean Lessard e Vera Caine é uma contribuição
inovadora na sua busca de compreender as experiências de maior
distanciação face ao percurso escolar de jovens aborígenes no Canadá,
através da «narrative inquiry», em que Jean Clandinin e a sua equipa
são mundialmente conhecidas e reconhecidas por este enfoque. Há
aqui certamente a procura da compreensão de alteridade destes
jovens.
Essa busca encontra-se certamente num conjunto de outras contribuições
como a de João Filipe Marques e Mónica Gameiro sobre os
livros infantis nos jardins de infância e as imagens de alteridade que
proporcionam. Também Mozart Linhares da Silva, Carolina Assman e
Carolina Siqueira focam as questões de educação multicultural no
Brasil, através de legislação em torno de diretrizes curriculares. E
Fernando José Martins aborda a questão do que denomina da «pedagogia
da terra», em torno de um ensino superior guiado por perspectivas
de emancipação para as «classes populares», assumindo como forma de
política pública «afirmativa».