"Não são apenas muitas as Áfricas-nações que procuram a sua unidade, em cada território e no continente, mediante um esforço de reafricanização, para retomar o fio da história cortado pelo colonialismo são também as muitas áfricas-sociológicas que existem em cada uma delas, como boas ou más heranças, conforme o olhar de quem faz a leitura dos resultados. E porque muitas são essas áfricas, muitos foram e ainda são os olhares, uns que vêm do passado, outros do tempo que ainda decorre."