Todos os grandes clubes têm números que se tornaram verdadeiramente míticos. No Benfica esse número é indiscutivelmente o 10, desde logo porque foi aquele que Eusébio, Coluna, Diamantino, Rui Costa ou Pablo Aimar, entre outros, envergaram. Este livro apresenta a história "benfiquista" dos dez "mágicos" que melhor representaram a função de jogar na posição 10.